O papel do avaliador externo para alcançar resultados e entender o impacto social de um projeto

“O processo avaliativo é fundamental. É uma maneira de prestar contas a investidores e doadores e legitimar uma organização perante a sociedade” (Paula Fabiani, Idis)

Algumas perguntas rondam o universo de gestores do terceiro setor, que percorrem uma longa jornada iniciada a partir da implantação de um projeto social: o que eu quero atingir? Como mobilizar? Como alcançar os resultados propostos?

O risco de se autoavaliar é grande. Sendo assim, quem é mais indicado para o papel de avaliador? O olhar externo amplia a visão do gestor, reforçando a importância de se identificar a distância percorrida e o que precisa, de fato, ser avaliado, permitindo correções e medindo corretamente os resultados.  A diretora presidente do Idis, Paula Fabiani, respondeu a perguntas sobre avaliação de projetos sociais em uma transmissão online promovida pela Escola Aberta do Terceiro Setor, no dia 23.11. O vídeo está disponível nas redes sociais da Escola Aberta do Terceiro Setor.  https://escolaaberta3setor.org.br/

Novo curso – Como fazer uma avaliação de processo, de resultado e de impacto, considerando, também, a avaliação econômica? Como montar um indicador e medir corretamente os resultados?  Esse tipo de avaliação ajuda na captação de recursos? Essas questões, levadas ao público que participou do live da Escola Aberta do Terceiro Setor, demonstra o interesse crescente de gestores, investidores, doadores e estudantes sobre a avaliação de impacto e a avaliação de resultados. A transmissão marcou o lançamento do curso online de Avaliação de Projetos, ministrado por Paula Fabiani, na plataforma da Escola Aberta do Terceiro Setor https://escolaaberta3setor.org.br/cursos/avaliacao-de-projetos-e-programas-com-paula-fabiani/. O conteúdo do curso trata de avaliação de processo, resultado e impacto e também introduz o tema da avaliação econômica (custo-benefício/ SROI).

É possível medir a felicidade? É certo que investidores, doadores e gestores estão atrás de uma estimativa financeira que mostre se um recurso é bem aplicado e qual o retorno social do investimento. Mas é possível mensurar o valor econômico do bem estar e da felicidade de um adulto que aprende a ler? De um idoso bem assistido? De uma mulher que alcança a plena independência financeira? A participação de Paula Fabiani no live semanal da Escola Aberta do Terceiro Setor apresentou parte do conteúdo desenvolvido pela professora para o Curso Online de Avaliação de Projetos. Leia mais sobre o assunto em:  https://escolaaberta3setor.org.br/artigos/medindo-e-monetizando-o-impacto-socioambiental/