IDIS visita projetos sociais de comunidades do Pará

Profissionais da área de projetos do IDIS foram ao Pará, visitar duas cidades: Itaituba, que fica às margens do rio Tapajós, e Barcarena, localizada junto ao rio Pará. Ambas são portos de rios, nos quais a empresa Hidrovias do Brasil (HBSA) mantém operações. Além da ida às instalações da HBSA, Raquel Coimbra e Olivia Castello Branco também foram até as comunidades do entorno dessas cidades para entrar em contato com a realidade local e conhecer melhor os projetos sociais mantidos pela HBSA.

O objetivo dessa viagem foi entrevistar os principais stakeholders da empresa para conhecer as necessidades e os ativos locais que poderiam ser aproveitados e potencializados dentro de uma nova estratégia social da HBSA.

Foram realizadas entrevistas com autoridades do poder executivo e legislativo, Secretarias Municipais de Educação e Assistência Social, líderes comunitários, dentre outros, e visitas a equipamentos como o Centro de Referência da Assistência Social (CRAS), a Escola Estadual Dutra e a Sede Regional da Funai.

A empresa tem se inclinado a contribuir para a educação nos mais variados segmentos das comunidades em que atua, sejam jovens, adultos, idosos, mulheres ou indígenas, que de alguma maneira podem encontrar na educação, empregabilidade e empreendedorismo, instrumentos para melhora das condições de vida.

“Nossa visita ao Pará foi essencial, pois nos permitiu ver de perto a realidade das comunidades e entender suas necessidades mais urgentes. Ficamos surpresas com o alinhamento e a clareza dos entrevistados, que ressaltaram a importância da educação como ferramenta de transformação, focando especialmente na educação profissionalizante”, afirma Olivia, da equipe de Projetos do IDIS.

A HBSA é uma empresa de logística especializada em transporte hidroviário de commodities agrícolas, minérios, produtos siderúrgicos e outras cargas. As operações principais da HBSA no Brasil estão localizadas nos municípios de Itaituba e Barcarena de onde as commodities são transportadas em especial para Ásia e Europa via Canal do Panamá.